Login Espanha Portugal

se nos abraçarmos o futuro é nosso somos diferentes, mas somos irmãos gémeos portugal e espanha a uma só voz serão respeitados portugal e espanha têm riqueza comum para gerir juntos descobrimos o mundo

Actualidade


Dia Mundial da gua

Dia Mundial da Água

 

É um lugar-comum saber que a água é um recurso que precisa ser bem gerido para se garantir uma distribuição em quantidade e qualidade capaz. Quando, sobre esta matéria, se fala em água subentende-se água doce, disponível não só para consumo e processos humanos, mas também, agro-pecuário. Na nossa amada península Ibérica a água disponível tem uma distribuição irregular, com a escassez a ser mais acentuada à medida que caminhamos para sul. Em Portugal periodicamente há períodos de seca, mas, quando há períodos de seca em Portugal as condições em Espanha, à excepção da faixa Galiza/Cantábrico/Pais-Basco, são ainda piores. Os sistemas meteorológicos, no hemisfério Norte, deslocam-se de Oeste para Leste, isto quer dizer que as depressões, as frentes frias e quentes, que trazem chuva, quando chegam ao interior da península já se encontram mais debilitadas e por isso dispensam menos precipitação.

O mPI e o partido Ibérico Iber, no seu percurso em que apresentamos um Iberismo solidário, responsável e justo, tem vindo a anunciar várias medidas e preocupações que, entendemos, são de cariz urgente. Assim, mais uma vez, a quando da cimeira Luso-Espanhola do ano passado e nas 111 medidas que apresentámos, figuram a número 42 e 43, que, respectivamente são: ` Controlo Hidrográfico Ibérico. Estudar e controlar a quantidade e qualidade dos recursos de água doce. ´ e `Harmonização de política e legislação ambiental.´. Uma água em quantidade e qualidade, disponível de forma universal, só é possível se houver uma integração total e Ibérica nas duas áreas atrás referidas. Isto é primordial a fazer. As maiores bacias hidrográficas da península são as que dão origem aos rios internacionais, só para referir os mais importantes: Minho, Douro, Tejo e Guadiana. Se estas bacias hidrográficas não forem geridas do ponto de vista Ibérico e de forma totalmente integrada é impossível definir um plano seja do que for para estas, importantíssimas, bacias hidrográficas e consequentemente para toda a península Ibérica. Por outro lado, na metade norte da península Ibérica existe a Cordilheira Cantábrica e a Cordilheira Central que, por norma, recebem enormes quantidades de água, quer sob a forma de chuva, neve, orvalho ou condensação de nevoeiro. Acreditamos que a capacidade de armazenamento pode ser incrementada sem por em risco ecossistemas ou zonas sensíveis do ponto de vista da biodiversidade ou outras. Paralelamente a isto, e em relação às águas superficiais, um manto florestal adequado e com qualidade é essencial para a qualidade da água que comportam as bacias hidrográficas, pelo que, o flagelo dos incêndios e a reorganização e gestão da flora Ibérica é um pilar mestre, que sustenta toda a questão em torna da água.

São apenas alguns pontos que, relativamente à água, nos merecem extrema atenção e cuidado. O mPI e o partido Ibérico Íber, continuaremos a apresentar o que, acreditamos, ser o melhor para os Ibéricos.  

 

Fonte: - 23/07/18


« Voltar

 


 

Bem-vindos ao nosso site

O mPI é um movimento com vista a romper com o sistema instituído, de forma a dar início a uma nova era de esperança e prosperidade em Portugal e Espanha.

Continuar a ler »
Movimento Partido Ibérico
na Imprensa

Inquérito

Portugal e Espanha devem definir políticas comuns?




Inquéritos Anteriores »

2012 © Movimento Partido Ibérico
desenvolvido por: dbest-design